Category perguntas X

Há diferenças entre filosofia experimental e ciência cognitiva?

Rodrigo Cid Quanto mais a filosofia experimental cresce, mais ela se confunde com as ciências cognitivas. Muitos artigos e apresentações hoje em dia nos mostram dados empíricos e alguma tentativa de descobrir os mecanismos psicológicos (mentalistas ou fisiológicos) que fundamentam os dados empíricos obtidos. Isso parece bem adequado com a concepção de x-phi exposta por […]

Compreensão conceitual unívoca?

Rodrigo Cid Nós vemos tantos experimentos sendo interpretados das mais variadas maneiras, mas uma questão epistemológica interessante, que surge ao trabalharmos com experimentos que consideram as respostas das pessoas a perguntas, é justamente sobre se as pessoas envolvidas no experimento (incluindo autores e participantes) estão compreendendo os conceitos envolvidos nos experimentos da mesma forma. É […]

Uma questão sobre a intencionalidade

Rodrigo Cid ::: Quando pensamos em falar algo e temos boas razões para acreditar que seremos mal interpretados, e daí falamos esse algo e somos mal interpretados, tivemos a intenção de ser mal interpretados? Vou dar um exemplo, que tem 2 persogens, B e C. Situação:

O que estão fazendo os filósofos experimentais?

Edouard Machery Tradução: Rodrigo Cid ::: Normalmente, não me interesso muito por debates de segunda ordem sobre a natureza da filosofia ou sobre a natureza e objetivos da filosofia experimental, mas algumas postagens recentes aqui e ali têm chamado a minha atenção (ver particularmente a conversa entre Ron e Thomas). Então, o que estão fazendo os […]

Pergunta X: Filosofia Experimental x Filosofia Analítica do séc XX (?)

Há alguma diferença entre a Filosofia Experimental e a Filosofia chamada “de Cadeirão” (filosofia analítica do século XX)? Se há, qual é a principal diferença? Se não há, qual é o erro dos filósofos experimentais ao defenderem que a x-phi é substancialmente diferente da filosofia analítica do séc. XX?